segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Uma noite de garotas


Confesso que não sabia ao certo o que postar e que estava vivendo um dilema quanto a isso. É incrível como tenho o dom de esquecer tudo o que eu pretendia postar no momento em que estou em frente ao notebook pronta pra fazer isso, mas consigo ter as melhores idéias quando estou na cama prestes a dormir.
Mas, finalmente estou aqui. Vamos ao primeiro post! \o/
Ultimamente tenho me sentido como uma velha de 40 anos, ou mais, porque até as quarentonas têm mais ânimo pra sair na balada do que eu.
Eu, meu namorado e alguns amigos planejávamos ir a um festival de rock que estava acontecendo na cidade esse final de semana. Mas, ao vermos a programação do dia desistimos completamente.
Ficou decidido que iríamos a um barzinho jogar conversa fora. Como era dia dos pais e eu juntamente com outra amiga, ainda não tínhamos comprado presente, fomos ao shopping comprar para depois encontrarmos o resto das pessoas no bar. Nesse meio termo o meu namorado resolveu que ia no tal festival porque já havia combinado com um amigo dele que iria e mesmo que eu não fosse ele cumpriria a palavra dele.
Eu de fato não fui e ele foi sem mim. No fim das contas aquilo que era pra ser mais uma noite entre amigos, virou uma noite das garotas.
Três garotas em um carro sem nada pra fazer e muitas loucuras em mente. Não deu outra! Foi BAGUNÇA total.
Depois de irmos em todos os lugares interessantes (e isso inclui uma boate gay chamada Dama de Paus), pagarmos mico, sermos cantadas, cantarmos pneu e buzinarmos pra todo o tipo de gente que víamos na rua...minhas amigas me deixaram em casa com muito sono, muita raiva do meu namorado (que me trocou pelo amigo), e ao mesmo tempo feliz. Demos uma de meninas super poderosas e fizemos uma farra. Após me deixarem em casa elas foram para o tal festival de Rock! Sim, elas ainda foram sem mim.
No dia seguinte eu descobri que fiquei com raiva à toa, porque meu namorado acabou não indo no show. Descobri que uma dessas minhas duas amigas encontrou vários amigos que a séculos ela não via, e que eu tenho um namorado fofo.
Por que apesar das ratas que vira e mexe ele dá, ele sabe se redimir. Mas essa parte fica pra um outro post futuro.

Um comentário:

  1. PUTA VIADAGEM ESSE TEU BLOG TÁ?
    HAHAHAHAHA
    poxa, muito amor essa noite, tirando a Paula agarrar meu filho

    ResponderExcluir

E você achou que...