quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Just to say how I feel about you.


A idéia de não te ter mais o meu lado mexeu bastante comigo. E se realmente acontecesse? Sei lá, nunca se sabe.
Bateu aquela vontade de dizer o que eu sinto, essa coisa forte e especial. Esse amor.

É claro que nós brigamos, e por coisas banais, sempre. Mas nós acabamos rindo e fazendo as pazes. Dessa vez não. Não houveram risadas.
Primeiro uma discussão, depois...bom depois merece ser esquecido.

Estou com saudades e não é como se eu não fosse te ver nesse final semana, ou como se não fôssemos conversar mais uma vez e colocar tudo nos eixos. Mas dói. Dói só de pensar nessa possibilidade do fim, nessa que eu senti.
Dói junto com outra dor, a de outra possível perda que nem cabe a esse post, porque esse...esse é destinado a você só a você e ninguém mais.

O alguém que eu brigo, que eu implico, que eu discuto, que eu me decepciono, que as vezes consegue me magoar mas que acima de tudo isso me ama, assim como eu o amo.
Espero muito que continuemos assim, birrentos, briguentos e teimosos! Nos amando, sempre nos amando, por muito tempo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você achou que...