sexta-feira, 27 de maio de 2011

"de que te vale a beleza se não tens amor?"

Ouvi isso já faz algum tempo e nem me lembro mais onde ouvi. Recordo-me apenas dos dizeres, que ficaram gravados na memória. Tenho recebido muitos elogios referentes a minha beleza. Segundo o meu horóscopo eu deveria me preparar, pois esta quinzena seria marcada por elogios a minha aparência, os astros iriam influenciar nas pessoas sobre o belo em relação a mim. 

Li isso como leio todos os dias meu horóscopo semanal e prestei atenção, afinal, continuo lendo porque além de ser gratuito, é impressionante como as coisas batem. Não estou aqui tentando fazer nenhuma apologia ou convencer  pessoas a acreditarem em astrologia, longe de mim. Só estou tentando explicar o porque da frase no título desse post. 

Como eu havia lido, a semana foi feita por elogios inesperados, de pessoas diferentes, inclusive. Apesar da satisfação momentânea em receber o elogio, percebi que eu não estava feliz em ouvi-los.Posso estar maluca, afinal, quem não gosta de receber elogios, não é mesmo? Ainda mais quando eles são visivelmente sinceros. 
O problema é que ouvi-los me fizeram juntamente com a lembrança do que li no meu horóscopo e com a frase que me lembrei, esperar o mesmo elogio de uma pessoa em especial.... e esse elogio não veio. Está ai o motivo da tristeza, a cada novo elogio o mesmo pensamento de que todos reparavam, todos elogiavam, menos ele.

"de que te vale a beleza se não tens amor?" 

nunca essa frase fez tanto sentido pra mim. não estou aqui dizendo que não sou amada, ou elogiada. Longe de mim. Mas acho que ainda falta algo. Posso estar sendo ingrata, posso sim, não nego. Mas é bom quando você não precisa perguntar pra ouvir o que quer. E por isso, acabo o post com uma frase de autoria minha que se encaixa mais a mim.

"de que me vale elogios, se não saem de quem amo?" 

fim. 

A mais linda flor nunca foi vista, apenas sentida. (margarida, minha flor favorita) 

Um comentário:

E você achou que...