sexta-feira, 29 de julho de 2011

churros, churros, rá rá rá

Tudo começou com o chaves falando "me dá um churrrrrrrros". Curiosidade imensa pra saber o gosto do tal churros. Até que em um belo dia na feira com minha mãe, eu tinha uns sete anos, pedi pra ela comprar um pra mim. MEU DEUS, que coisa GOSTOSA! Gorduroso, crocante e com doce de leite escorrendo! Comi três tranquilamente, lembro que queria mais, só que ia da dor de barriga. 

Desde então sou permanentemente apaixonada por churros, mas tem que ser de doce de leite. 
E não estou sendo exagerada, no fim do ano passado eu comi 43 mini churros. Eles estavam distribuindo de graça! Tá que era pras crianças carentes e mimimi mas minha tia tava tomando conta do carrinho...aí bom...ela que contou e me falou, nem percebi que comi tantos, eram tão pequenos.

Sei que toda semana eu tenho que comer ao menos um churros, quando não como eu fico triste e isso é bem sério. O tio do churros já me conhece, e as vezes até me dá desconto. Na verdade, acho que conheço todos os carrinhos de churros lá da Flit...rs 

Ps. Fiquei sabendo que o churros espanhol nem é tão bom assim e que o nosso aqui, brasileira dá de 10 a zero. vários amigos que já experimentaram o do exterior não aprovaram.mas brasileiro é assim, a gente tem a melhor comida, até quando copia. hahaha

Como dizia o bom e velho Chaves, churrros, churros, rá rá rá! 

Um comentário:

  1. Nhhhaaa *---*
    Acredita que na Terça feira foi a primeira vez que comi churros e claro, não foi apenas um. Eu tinha medo de toda a expectativa e já tinha até um gosto formado e tinha medo de me decepcionar. Fiquei parecendo uma criança com a boca cheia de doce de leite andando pela FLIT. valeu a pena. Não vale é ter medo de provar o que é novo. Eterno surpreender-se

    ResponderExcluir

E você achou que...