segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Posso trocar?

Sinto saudades de pessoas que nunca vi. 

Percebi que conheço pessoas maravilhosas que moram longe de mim e que mantenho contato virtual. Amigos mesmo! Aqueles que você conversa por horas, troca idéias sobre filmes, músicas, livros e até pessoas. Chego a dar gargalhadas em frente ao computador em conversas nesses bate papos, ou até mesmo no próprio twitter. Outros blogueiros que vivem em seus mundos imaginários ou não, que trocam experiências comigo e as vezes servem de ombro amigo mesmo que nunca tenhamos nos visto. 

Percebi também que tenho pessoas que eu trocaria facilmente por outras na net, sem pensar duas vezes! Se isso fosse possível, claro. Sabe aquela pessoa que não desconfia? Ou é chata? Ou grossa? Ou simplesmente sem nenhuma educação? 
Pois é. Antes eu pudesse pegar umas dessas que conheço e trocar por tantas outras que moram longe de mim e só tenho contato virtual. 

Sabemos que isso não é possível e que mesmo que fosse não seria simples assim. Mas que é bom imaginar, isso é. 

2 comentários:

  1. Me pergunto sobre essa peculiaridade todos os dias. Ando nessa mesma vibe, nessa mesma questão de ver o outro de forma tão amistosa, tão próxima.
    Ando impressionado com algumas amizades tão improváveis que a gente se perde em significados, as vezes.
    Não sei, só sei que as coisas acontecem desse jeito.
    Lembrei de um comentário picardio em que minha mãe disse:

    - Vou te levar no médico pra ver se você volta a se relacionar com o pessoal daqui!
    E no consultório eu faria das palavras de Caio Fernando Abreu as minhas:

    'O médico perguntou:
    - O que sentes?
    E eu respondi:
    - Sinto lonjuras, doutor. Sofro de distâncias.'

    ResponderExcluir
  2. Concordo tanto... Sabe o que eu acho? A internet, por aumentar nosso "campo de contato", nos permite conhecer várias pessoas de uma só vez, gente de lugares onde você jamais pensou ir. E em meio a tantas pessoas, encontramos similares a nós, ou aquelas que rola aquela "química", né? Não é tão fácil assim na vida "real"...

    Quem dera pudéssemos trocar como você tão bem disse... Eu trocaria algumas pessoas também! Gente que é tão querida e que faz mais falta que muitos que estão pertinho de mim, no meu mundo "real".

    =)

    Abraço, flor!

    ResponderExcluir

E você achou que...