domingo, 13 de maio de 2012

Dona Cida, minha mãe.

Não podia deixar de falar sobre ela, afinal, hoje é o dia de comemorar a existência dela na minha vida e de lembrá-la o quanto ela é especial pra mim.
Hoje não é o dia dela, não. O dia dela não existe porque não dá pra juntar todos os dias em uma data só. Todo dia é dia das mães, todo dia é dia de abraça-las e de demonstrar amor, carinho, respeito... 

Respeito. Como está faltando respeito para com as mães hoje em dia... logo para com elas que são seres tão especiais. Mães são especiais duas vezes, primeiro, porque são mulheres e tem essa capacidade de gerar uma vida dentro de si, segundo, porque optaram por fazer isso, num mundo egoísta em que muitas mulheres não querem engordar, sentir a dor do parto, amamentar. 

Quando penso que minha mãe, Maria Aparecida Paixão de Gois, fez essa escolha, não posso deixar de me emocionar. Ela não só me gerou e me colocou nesse mundo, ela me alimentou, orientou me educou e me fez ser o que sou hoje. Minha mãe é uma guerreira como muitas outras que existem nesse mundo. 
Mas pra mim, ela é a maior e a mais especial, porque ele enfrentou o mundo, tudo e todos por mim. 

Não tive uma criação em que se fala ou se houve muitos "eu te amo", palavras são muito vazias e fáceis de pronunciar, cresci ouvindo. 
Uma coisa que aprendi da minha mãe foi, se você realmente quer dizer que ama alguém, demonstre a cada dia esse amor, com pequenos gestos e não com um cartão, um abraço, talvez um presente também, em um dia comemorativo.  Não desmerecendo quem fala, pois eu falo, mas pra minha mãe, um abraço basta. Em silêncio mesmo, ela entente. 

Para todas as outras mães que estiverem lendo esse post, Parabéns pelo dia de vocês! De coração! 
Espero que todas possam estar junto de seus filhos, possam receber parabéns deles e aproveitar esse dia tão especial. 
E para os filhos, abracem, beijem e aproveitem suas mães nesse dia e em todos os outros, pois conheço muita gente que tá longe da sua, ou que simplesmente não as tem. 

Então, Feliz dia das mães especialmente pra minha MAINHA, que é assim que chamo a minha. :) 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você achou que...