sexta-feira, 27 de julho de 2012

Vão-se os dentes, ficam os amigos :)

Os meus dois dentes siso - tive que pesquisar pra saber se era com "S" ou "C" sempre escrevi com "C" mas, consultando alguns blogs de dentistas vi que era com "S", culpa do meu primeiro dentista que escreveu com "C" e eu memorizei assim -.-" - inferiores resolverem que tinham que nascer e me matar de dor, logo, o jeito foi extrair de uma vez. 
A minha ultima experiência no dentista aconteceu em Outubro do ano passado e até cheguei a falar sobre aqui no blog (clique aqui pra ler), foi muito, muito traumatizante MESMO. 
Então vocês devem imaginar o drama pra pessoa aqui criar coragem e marcar a cirurgia né? 

Dramas a parte, eu ia morrer de dor se não arrancasse essas cosias fora de uma vez. Namorado e sogra me indicaram uma dentista que eles conheciam e que não me faria sofrer, segui a sugestão deles. Pra encurtar a estória, realmente ela é muito boa. É especialista e tem um currículo daqueles, tudo bem que nem tudo é amor, né? Paguei três vezes mais caro do que sairia em qualquer outro dentista. Mas sinceramente? Não me arrependo. Tirando as anestesias não senti dor em momento algum em todo o processo, ela é super atenciosa, cuidadosa e usa equipamentos de primeira linha! Sem contar que ela acompanha o pré e o pós operatório. Sem comparação. 

Agora estou aqui, de molho. A base de sorvete (que namorado e sogra compraram pra mim - *-* esses lindos!! - sogra também comprou Danette) e caldo de feijão de mamãe :) 
Claro que estou sentindo uma dor leve, mas os remédios estão dando conta do recado. 

Agora é repouso absoluto, líquidos e pastosos, remédios e internet / livros... 

Ps. O título é pelo simples fato de que a minha amiga Sheila Dagostim quase me fez chorar - o que é maldade no estado em que me encontro, né não? - com esse texto que ela postou no face. Não podia deixar de colocar aqui, achei lindo! 
Segue o texto: 

Amigas na faculdade e fora dela :) 
"Não sou o tipo de pessoa que fica elogiando as pessoas, se acho bonito falo, se gostei elogio, se quero que dê certo torço.

Mas hoje pela manhã acordei e lembrei de uma pessoa que conheci ha dois anos.

Entrei na sala de aula toda empolgada com o primeiro dia da minha longa jornada para realização de um grande sonho. Sentei la no fundo toda tímida, olhei ao redor e pensei ... nossa que turma enormeeee ....

E logo uma pessoa me chamou a atenção, toda falante, precisa no jeito de se expressar, apelido bacana, uma pessoa que deu pra ver que sabe se destacar, porém pensei ... essa ai deve ser metida!

Passou uns dias e minha impressão sobre a pessoa foi aumentando: nossa que guria se achona, que metida, deve ser daquelas metidinha a paty!

Mas pior que quero ser amiga dela, queria me aproximar, mas vou ficar na minha, ja que não gosto de pessoas metidas ....

Passado algum tempo:

Essa guria parece ser legal ( mas eu sentava la num canto da sala e ela mais no meio, sempre chegava em cima da hora e saia rapidinho, nunca dava pra ter papo)

Como eu estava gravidinha teve meu chá de bebe ... ela foi...

Acho que foi ai que comecei a conhece-la! ( se foi antes desculpa mas não lembro)

E não é que a "metida" era legal

passou mais um tempo, mais convivência, mais ciclos de amizade em comum, até que pronto ja faziamos parte da mesma roda de amigos....

Final do terceiro período ... turmas se separando e nossa amizade ficou ainda mais próxima.

Resumindo hj posso dizer que essa pessoinha, qdo os professores marcam trabalho em dupla nem preciso olhar e falar .. nós ja sabemos ..... Nós somos a dupla.

A pessoa que mais frequenta minha casinha, nao só por causa dos trabalhos, mas pq mora perto e qdo dá a gente gosta de papear .. hahhahaha

A Julinha chama de tia Bibi ( ela adora essa titia), eu a chamo de Babi ( o apelido que mencionei no inicio ... e formalmente seu nome é Bárbara Paixão Gois.

Simplesmente sou sua fã amiga, te admiro pra caramba e torço de montão por vc.

ah e a riquinha metida .... nada uma moça que estuda o dia inteiro e ministra aulas de ingles a noite ....

Uma batalhadora"
Por: Sheila Dagostim Machado  


Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você achou que...