domingo, 29 de julho de 2012

words are asking me out

Elas vem de mansinho, as palavras. 
Ficam dançando na minha frente, pedindo que eu as use, que as organize em frases, parágrafos, e por fim um texto. Elas me chamam, elas gritam... 
Nem sempre posso atender. 
As vezes não dá. 

E quando eu tento, nem faz sentido. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E você achou que...