sábado, 22 de dezembro de 2012

"Um dia" - O livro

 
Diante de uma big lista de espera de livros que comprei/ganhei e quero ler, me vi obrigada a "furar a fila" e coloca "Um dia" na frente, tudo devido a esse post  que meu amigo Saymon fez no blog dele. Fiquei muito tentada a ler o romance. Quando dei por mim já tinha comprado na submarino e estava lendo.
Na verdade, até comprei ele pra minha amiga e dei de aniversário, antes mesmo de ler e saber se eu iria gostar. Confio muito na opinião desse meu amigo e ela tem o gosto parecido com o meu...
 
Enfim, acabei de ler o livro.
O que eu posso dizer? Vou usar as palavras do meu amigo, que definiu perfeitamente e o que eu senti, o que o livro de fato despertou:

"É difícil encontrar um romance que trate o passado recente com tanto conhecimento de causa. É ainda mais raro encontrar algum em que os protagonistas sejam construídos com tanta solidez, com uma fidelidade tão dolorosa à vida real." 
E é isso mesmo. Em e Dex, Dex e Em.
 
Quantas emoções esse casal despertou em mim! Odiei o Dexter com todas as minhas forças em diversos momentos... e a Em também conseguia me tirar do sério. Só que no fim, você se pega pensando sobre a sua vida como um todo, sobre suas escolhas, sobre quem você é e o que pretende ser.

O timing do autor é surpreendente. A ordem cronológica dos fatos nos faz sentir como parte da história e a forma como são narrados e intercalados é tão perfeita que chega a ser intimidante.
 
Posso dizer que "Um dia" está entre um dos melhores romances que li em toda minha vida, aliás, me arrisco a dizer que foi o que mais me tocou.
Agora estou ansiosa para ver o filme. Já me falaram que é absurdamente fiel ao livro, e pelo trailer já deu pra perceber. Já baixei e pretendo assistir hoje a noite.
Pra quem não é muito fã de leitura, fica a dica do filme, aqui está o trailer.
Depois que assistir, farei um post contando se é isso tudo mesmo.



 

Um comentário:

  1. Também uso das tuas palavras para me reportar ao que senti quando li o livro:
    "Posso dizer que "Um dia" está entre um dos melhores romances que li em toda minha vida, aliás, me arrisco a dizer que foi o que mais me tocou".
    Jamais vou conseguir mensurar as coisas sobre as quais refleti quando terminei a leitura e as que ainda hoje meio que travam a garganta quando me vêm à tona.
    É exatamente isso que o tu falou, também: o timing do autor é sensacional, coisa que invejo muito :P
    Bateu uma saudade da Em e do Dex...
    Pretendo ler de novo e em breve.
    E sobre o filme: embora nunca dê para ilustrar com perfeição tudo o que o autor diz, eu fiquei satisfeitíssimo :')

    ResponderExcluir

E você achou que...